Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diario de uma mulher negra

Hello sou a Elsa,este é o meu pequeno canto do mundo.Sou amante de sapatos,roupa,Make up,acessórios e tudo mais!Sou mãe e esposa.Esta é uma tentativa de um blog de beleza,lifestyle,moda e maluquices de uma black mad woman!

Diario de uma mulher negra

Hello sou a Elsa,este é o meu pequeno canto do mundo.Sou amante de sapatos,roupa,Make up,acessórios e tudo mais!Sou mãe e esposa.Esta é uma tentativa de um blog de beleza,lifestyle,moda e maluquices de uma black mad woman!

Qui | 10.08.17

Diário de uma mulher negra,3 anos de resistência!

Hello,hello people,

O blogue acabou de fazer 3 anos, não quis comemorar.Nao quis sonhar alto e fingir que tudo está bem,quando tudo é uma autêntica batalha para te manteres á tona e sobreviver nesta sociedade incerta.

Tenho 42 anos de idade e vejo á minha volta tudo parece encaixar para outros.Penso que talvez tenha começado muito tarde,mas sei que sonhar é manter sempre esperança que um dia tudo mudará mas o caminho é bastante difícil e a luz ao fundo do túnel é difícil de atingir.

Nesta conversa comigo mesma muitas vezes surge um desejo e vontade de desistir mas depois a esperança instala em mim e faz-me pensar que tudo na vida tem um propósito.Sou esposa, mãe,profissional mas ainda não sou "mulher",mulher com objectivos,principalmente esperança e fé.

Muitas vezes tenho esta conversa com o meu psicólogo sobre desistir. Mas tudo faz sentido quando na verdade ele ser a única pessoa que acredita em mim e neste meu problema, obsessão ou doença mental,o facto de eu não ser uma desistente.

A minha vida nunca foi fácil,cresci num bairro social,meus pais eram pobres,vesti roupas dadas que talvez tenha gerado em mim a paixão pela moda,tenho 8 irmãos sendo eu a mais velha,ouve uma altura que vivi sem água e sem luz ,a estatística real de pessoas negras em Portugal(a vida que nos é imposta,a marginalidade).Tenho uma doença crônica que me limita muitas vezes,sou tímida,sofro de ansiedade juntamente com uma depressão crônica e para além de tudo sou mulher e negra(a cancao da coitadinha).KKKKKKKK

Muitas vezes quis desistir da vida porque achava que o fardo era demasiado pesado para carregar mas a vida deu-me uma célula de lutadora,sobrevivente e de querer mais para mim.É preciso sonhar, é preciso querer,é preciso resistir amanhã será sempre um novo dia.

Meu blogue é negro e pobre, é exatamente aquilo que a sociedade exclui,negros com voz,alma e que tentam ser diferente dos demais.

Eu como mulher negra sei que tenho a marca de um passado de resistência que me corre no sangue e a desistência é para perdedores.

Sei que um futuro vira,só tenho que reunir capacidades de ser e de me projectar mais além.Sim tenho 42 anos mas ao que já vivi,nunca é tarde para começar a viver.Passaram 3 anos e sei que o blogue resistirá tal como eu resisti e sobrevivi a este presente incerto para vencer no futuro próspero!

Beijos, beijos Elsa Varela.

1 comentário

Comentar post