Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diario de uma mulher negra

Hello,sou Elsa Varela este é o meu pequeno mundo.Amo sapatos,roupa,Maquilhagem e acessórios.Sou mãe e esposa.Isto é uma tentativa de blog sobre beleza,lifestyle,moda e parvoíces de uma mulher negra!

Diario de uma mulher negra

Hello,sou Elsa Varela este é o meu pequeno mundo.Amo sapatos,roupa,Maquilhagem e acessórios.Sou mãe e esposa.Isto é uma tentativa de blog sobre beleza,lifestyle,moda e parvoíces de uma mulher negra!

Seg | 07.03.16

Coisas de Mulher!

Hello people, O facto de eu estar numa cama de hospital,não quer dizer que me descure dos cuidados com a pele do dia a dia. Com ajuda das enfermeiras mais simpáticas do mundo (serviço hematologia CHLO) tenho cuidado do meu corpo mantendo hidratado e da minha cara hidratando-a com creme de rosto RoC,um creme concentrado,antiflacidez e reafirmante. A diferença dos 2 cremes é que um é mais fluido que o outro. Podemos usar os 2 tanto de dia como de noite sem restrições.

Sab | 05.03.16

Eu no hospital!

Hello people,aqui estou eu a postar numa cama do hospital. Há quatro dias que estou internada no hospital com mais uma crise de anemia de células falciformes. Os 2 primeiros dias foram muito difíceis,para alem da crise a minha hemoglobina baixou para 6,5 e fez com que o meu pulmão direito entra-se em colapso.Uma pneumonia com uma hemorragia no pulmão. Bem,aqui estou eu um pouco melhor mas sem me poder levantar da cama para não piorar a situação. Para além disso tudo á 4 dias que não vejo a minha filha.A opção foi minha porque não a quero neste ambiente doente e também não quero quero que ela me veja neste estado mais débil. As saudades são muitas mas é para um bem maior. Não sei até quando vou ficar,só quero melhorar para ir para junto dos meus. Não ter saúde não é brincadeira.Por isso quem a tem não a desperdice,sem ela não somos nada.

Ter | 01.03.16

O que é a Dor!

Hello people, Enquanto vive-se o rescaldo dos Óscares,eu vivo a minha dor.Dor que me atormenta o corpo,dor que me imobiliza,que me faz chorar,que me desespera.Dor que me faz tomar 8 a 12 analgésicos por dia na esperança de se ir embora. Neste momento choro de desespero e pergunto a Deus,porquê eu?Sei que não sou a única pessoa no mundo a sofrer neste momento mas a minha dor torna-me egoísta e cega.Só quero que ela se vá embora de vez e me deixe em paz.40 anos já é muito para um corpo sofrer tanto. Qualquer movimento me faz enrolar,a falta de ar me faz desfalecer e a dor me faz desvairar.Não tenho uma doença visível mas é visível dentro de mim.Consome as minhas energias,o meu ser e o meu querer.Escraviza-me de tóxicos para eu poder viver! Neste momento não quero saber o que se passa a meu redor,tudo é secundário,torno-me má e egoísta porque estou a sofrer.Quem me dera que a semana passada volta-se porque esta semana estou a sofrer.Esqueci-me num instante o que é não sofrer.Perdoem-me mas esta dor mata quem sou e me faz enlouquecer.

Pág. 4/4